23 de jan de 2010

Mudanças bruscas em minha vida este ano. Sem frescuras com relacionamentos que nada me fazem bem, não pretendo correr atrás de ninguém para ter carinho, atenção ou companheirismo. Quero mais é ficar na minha. Caso apareça, ótimo, senão melhor ainda, acostumar-se consigo é conseguir ser plena.
Chega de sonos,sonhos, desanimos, abstenho-me de qualquer coisa assim, pensar positivo não garante o êxito, mas não me provoca uma ansiedade de insatisfação.
Nunca fui de desistir e não pretendo desistir agora, acredito que sempre existe um recomeço, uma nova vida, um novo meio de buscar o desejável.
Agora comentando aleatoriamente, algo está incomodando, a ignorância de não me importar mais com as pessoas e as coisas. Pensando racionalmente: Elas nunca se importaram comigo.

Nenhum comentário: